shutterstock_127456451

Falar em planejamento estratégico devia ser coisa do passado, mas a verdade é que muita gente ainda ignora essa importante ferramenta de gestão. Mesmo que você não tenha o conhecimento necessário para planejar como manda o figurino, nada impede que você faça um pequeno documento contendo os principais pontos envolvidos nessa questão.

Comece, por exemplo, definindo seus objetivos e metas. O que você espera ter realizado em curto, médio e longo prazo? Coloque isso em números: quantos clientes espera ter atendido, quantos imóveis negociados, qual o faturamento esperado. Mas dê uma olhada na sua contabilidade atual para traçar metas realistas.

Diante disso, pense e descreva o que pode influenciar positivamente ou negativamente a conquista dessas metas. A saúde do mercado imobiliário como um todo? A eleição deste ou daquele candidato? A concorrência crescente? Após listar esses desafios, passe algum tempo decidindo que medidas tomar caso cada uma delas ocorra, de forma que, mesmo assim, você possa atingir seus objetivos.

Outro passo importante é observar a si mesmo e ao seu escritório para descobrir seus pontos fortes e fracos. Determine em que você precisa melhorar profissionalmente ou, quem sabe em sua vida pessoal, e quais características devem ser seu carro-chefe. Seus acertos irão direcionar suas mudanças de curto prazo, e as dificuldades precisarão ser neutralizadas para garantir a manutenção do seu sucesso.

Talvez você descubra que precisa investir em uma sede, em novos equipamentos, contratar um profissional a mais, ou mesmo mudar o segmento em que atua. Verifique o que os seu  concorrentes que já atingiram as mesmas metas escolhidas por você fizeram para chegar lá. Aprenda com eles e aplique o que for possível à sua realidade.

De posse de todas as informações, trace os passos necessários, para garantir que a sua jornada não irá sair de rumo. Faça um calendário com as ações que irá implantar mês a mês, de forma coerente e realista. Não adianta estabelecer atividades que você não terá tempo de cumprir, por exemplo.

Lembre-se também de definir estratégias de feedback e controle, para saber se você está no caminho certo. Detectando problemas de forma rápida, torna-se mais fácil contorná-los e evitar perdas maiores.

Tendo tudo isso anotado e organizado, sua vida profissional será muito mais produtiva, e você sentirá a motivação crescendo a cada meta alcançada. Teste e confira os resultados!

Comentários

comentários