Pequenas grandes coisas que fazem diferença

O que faz um cliente decidir por comprar ou não um imóvel? Há diversos aspectos que podem ser citados para responder a essa questão. Porém, o foco vai ser destacar como a postura do corretor de imóveis é importante para o investidor decidir aplicar os seus recursos para adquirir a casa própria.

Uma virtude que o corretor de imóveis precisa ter para conquistar o cliente é a pontualidade. Atualmente, a rotina exige das pessoas um rigor muito grande com os horários dos compromissos. Hoje, o velho ditado popular “Tempo é dinheiro” tem cada vez mais força no cotidiano. Afinal, ninguém gosta de ficar esperando uma pessoa por mais de 10 minutos para cumprir uma determinada atividade.

Outra ação muito valorizada pelos clientes é a honestidade. Tenha certeza de que um investidor jamais vai finalizar a compra de um imóvel, caso perceba que o corretor está omitindo ou mentindo sobre características de um apartamento. O profissional deve pensar que enganar a clientela é uma atitude ruim para a própria carreira e para a imagem da imobiliária. Inegavelmente, a verdade é uma forte aliada na hora de fechar o negócio.

Respeito

Tratar o cliente com respeito é o mínimo que se exige de um profissional em qualquer profissão. Imagine que você tem um potencial comprador de um imóvel, mas ele é do tipo detalhista ao extremo. Ou seja, pergunta sobre tudo e quer respostas satisfatórias sempre. Ao invés de ter paciência, calma e tolerância, o corretor acaba sendo agressivo e impaciente ao conversar com o cliente em algumas circunstâncias.

Não tenha dúvida de que o investidor vai ficar insatisfeito com esse tipo de postura. Além de desistir do negócio, vai falar mal do corretor e até da imobiliária para amigos e parentes. Não se esqueça de que a propaganda negativa tem um efeito devastador.

Comunicação

Pequenas grandes coisas que fazem diferença

O bom atendimento tem como peça-chave uma comunicação eficiente. O comprador em potencial gosta de ser atendido rapidamente. Para isso, é necessário não apenas ter simpatia e uma linguagem clara, mas também rapidez em responder os e-mails e retornar os telefonemas, caso não seja possível atender ao cliente na hora.

Com o avanço tecnológico, uma ferramenta interessante de comunicação é o WhatsApp. Aproveite esse recurso para interagir, ao máximo, com o cliente. Dependendo da situação, pode ser a melhor alternativa para entrar em contato com o investidor.

Aparência

Pequenas grandes coisas que fazem diferença

O corretor pode ser o famoso boa praça que consegue ser simpático e comunicativo com qualquer pessoa, mas, se não cuidar da aparência, corre o sério risco de afugentar os clientes, principalmente, os mais exigentes

“A primeira impressão é a que fica” é um ditado popular que mostra a necessidade de o corretor ter uma atenção especial com a aparência.  A apresentação pessoal deve ser bastante valorizada. Por isso, tenha atenção com o tipo de roupa que utiliza para apresentar um imóvel.

A vestimenta adotada mostra o nível de seriedade do profissional, o que influencia no comportamento do cliente. Imagine que você pretende comprar um apartamento numa área nobre. Ao visitar o imóvel, é atendido por um corretor que está com uma camisa de um time de futebol e uma calça multicolorida. Sem dúvida, esse tipo de situação é um ponto negativo para profissional e pode até prejudicar a fechamento do negócio.

Espontaneidade

Para o corretor convencer o cliente de que o imóvel é impecável, é preciso fazer a apresentação do local de maneira espontânea. Com empatia e disposição, a tarefa de conquistar a confiança do investidor fica bem mais fácil.

Procure ser o mais detalhista possível ao abordar as características do imóvel. Também seja prestativo e simpático ao responder eventuais dúvidas sobre o empreendimento. Fazer o trabalho com alegria passa uma energia positiva para o cliente, o que pode influenciar na hora da compra.

Estudar o mercado imobiliário e conhecer os procedimentos burocráticos para o fechamento do negócio são aspectos importantes para o corretor. Contudo, tratar o cliente corretamente sempre fará a diferença entre o bom e o mau profissional.

Comentários

comentários