Happy 2016 new year word over blue. Vector paper illustration.

É verdade que o setor imobiliário vem enfrentando dificuldades em 2016, e essas dificuldades vem do fato de que a economia do Brasil não vai bem, contando com uma lata inflação e juros altos, afetando tanto o mercado de ações imobiliárias, como aqueles que desejam comprar a casa própria. Porém, apesar do clima de insegurança política, dos juros altos e da recessão econômica vivida no Brasil em 2015 e agora em 2016, o mercado imobiliário também tem dado sinais de recuperação, uma vez que a diversificação desse mercado contribui para que ainda que a economia esteja em queda, seja possível conseguir boas oportunidades.

O mercado imobiliário é parte importantíssima em relação ao bem estar da economia de um país, e isso não podemos negar, onde se o mercado imobiliário vai mal, o mercado de construção civil começa também a cair, atuando diretamente no índice de desemprego do país. Nesse sentido, quando o governo nada pode fazer para melhorar a situação do mercado imobiliário, é a hora dos empreendedores começarem a se mexer e diversificar suas ações, onde começam a ser tomadas iniciativas referentes ao crédito, as formas de pagamento, aos novos preços praticados pelo mercado, e ao lançamento de novos empreendimentos.

Nesse sentido, quando a escassez de crédito e o maior rigor quanto aos financiamentos, os empreendedores do mercado imobiliário tem apostado na antecipação da contratação de financiamentos, e também nas formas de pagamento diferenciadas negociadas diretamente com as construtoras ou imobiliárias, deixando o terreno mais fértil e mais facilitado para aqueles que pretendiam comprar um imóvel ou terreno, mas que foram surpreendidos pela falta de crédito da atual crise financeira do país.

Sendo assim, o momento atual pode significar uma boa oportunidade para aqueles que se sentem confortáveis em adquirir um imóvel, uma vez que graças aos níveis altos de estoques de imóveis, os preços vem caindo, e as construtoras e imobiliárias estão abertas a boas negociações para tentar vender o máximo de imóveis possíveis. Nesse sentido, tanto um empreendedor/investidor ou um comprador comum que pretende adquirir sua casa própria, possui a oportunidade de comprar um imóvel por um preço muito mais razoável do que dos últimos anos, com a certeza de que ao final da crise e com a volta do crescimento do mercado imobiliário, ele poderá ganhar um bom lucro com a venda.

Dessa maneira, aqueles que estão com dinheiro disponível são os que estão mandando no mercado imobiliário, que hoje se mostra uma ótima oportunidade em todos os seus setores. Nesse sentido, devemos chamar a atenção de que os mercados brasileiros estão acostumados a lidar com situações de crise econômica, uma vez que o país ainda não atingiu a maturidade de passar muitos anos de estabilidade econômica, sendo assim, o uso da criatividade e da criação de novas formas de lidar com momentos de crise é sempre um trunfo do país, que mostra a sua capacidade de conseguir reverter ou ao menos amenizar quadros de crise.

Ainda que o mercado imobiliário seja um dos mercados mais sensíveis quando se trata de crise econômica, ele tem se mostrado um ótimo mercado em relação a criação de diversas oportunidades, conseguindo inclusive se reinventar em momentos complicados, ajudando o país como um todo a impulsionar a economia e se levantar de crises.

Nesse sentido, ainda que o momento seja de crise, é essencial chamar atenção ao fato de que o mercado imobiliário não está parado, onde é aceitável dizer que ele não está a todo o vapor como há alguns anos atrás, mas que, por outro lado, ele tem se mostrado bastante ativo, inclusive, pelo surgimento de diversas oportunidades em praticamente todos os seus setores.

Muitas pessoas experientes no mercado imobiliário, então, têm chamado atenção ao fato de que o pessimismo exacerbado do país não colabora para a melhora do quadro econômico, e nesse sentido, é preciso apostar no otimismo e estar atento as oportunidades que o mercado imobiliário vem oferecendo tanto a empreendedores e investidores, quanto a aqueles que pretendem comprar sua casa própria.

Com inúmeros momentos de crise imobiliária e com a aparição inclusive de bolhas imobiliárias no país, é possível notar que o mercado imobiliário é muito forte no Brasil, onde ainda que existam instabilidades, o mercado e os investidores e compradores conseguem responder a isso de forma segura, uma vez que o imóvel no Brasil é considerado uma moeda forte, onde é possível investir, mesmo em situações de instabilidade econômica, com a certeza de que ao menos em um médio prazo, esse investimento irá gerar retorno.

Sendo assim, o mercado imobiliário é um dos principais segmentos onde tanto os novos quanto os experientes investidores se sentem bem em investir, por existir certa segurança de investimento no setor.

Dessa maneira, é importante que os investidores e compradores, e os corretores e imobiliárias joguem limpo uns com os outros, onde o momento atual é de acomodação de mercado e ajuste de preços. Nesse sentido, os corretores e imobiliárias não ganham anda ao tentar vender imóveis por preços exorbitantes, quando na verdade, o imóvel não vale mais todo esse montante, onde ele provavelmente, nunca chegou a valer, uma vez que a bolha imobiliária vinha crescendo, mas agora é a hora de voltar a realidade e voltar a praticar os preços justos dos imóveis.

Nesse sentido, os investidores e compradores devem estar atentos ao preço de mercado, que vem caindo bastante, e tornando esse momento de crise, um ótimo momento para apostar no investimento e conseguir adquirir imóveis por preços justos e mais baixos do que os praticados a alguns anos atrás. Sendo assim, o momento é muito propício para novas investimentos, que trarão bons rendimentos aos investidores, ajudarão o mercado imobiliário a se recuperar, e ainda irão causar bons impactos na economia como um todo.

A verdade é que quando o mercado se encontra em recessão, a saída é apostar em bons preços, e na negociação entre comprados e vendedores, onde juntos, é possível sair de qualquer crise e momento de instabilidade, mantendo o mercado em movimento.

Nesse sentido, o momento é de combater a especulação imobiliária e voltar ao momento onde o preço dos imóveis é determinado por seu valor real, por seu valor de venda, e não pela especulação exacerbada que vinha sendo praticada até o momento.

As boas oportunidades

Sabendo que o mercado imobiliário está longe de estar parado, podemos notar que ainda existe um grande número de lançamentos imobiliários espalhados por diversas regiões do país, que abrangem diferentes gostos e bolsos, com empreendimentos voltados para a classe média e alta, mas também com muitos empreendimentos voltados para a classe C, que apesar da diminuição de crédito, ainda representa boa parte do público que deseja adquirir a casa própria, e que já sabe que o momento é interessante para conseguir bons descontos, uma vez que as corretoras e construtoras estão investindo em grandes oportunidades de venda.

Nesse sentido, não existe apenas um setor imobiliário que está indo bem em 2016, mas todos eles estão ativos, sejam eles voltados para empresas como o setor de salas e prédios comerciais, para as indústrias com loteamentos, ou para o setor residencial, que pode contar com empreendimentos verticais, horizontais, loteamentos, ou diversos outros tipos.

Dessa maneira, o que chama a atenção aqui não é o setor do mercado imobiliário, mas a região onde o mercado imobiliário se mostra caminhando melhor. Nesse sentido, é interessante que as construtoras, imobiliárias e corretores estejam atento aos movimentos de mercado de diferentes regiões, sejam elas em determinados bairros de uma metrópole, ou regiões do interior, que inclusive, são as que mais têm se mostrado interessantes nesse momento de crise.

Sendo assim, todos os setores do mercado imobiliário tem apresentado boas oportunidades para investidores e compradores, porém, é preciso que os corretores e as imobiliárias saibam negociar com esses compradores, oferecendo melhores condições em face da atual situação econômica, e tendo em mente que os preços praticados pelo mercado mudaram, e dessa maneira, o mercado imobiliário continuará em movimento, atuando de maneira positiva frente a crise econômica atual, e se mantendo resguardado.

Comentários

comentários