Financial planning consultation

O cliente perdeu dias procurando imóveis na internet, pesquisou preço, localização e entrou em contato com você, corretor e então, em fim, decide fazer visitas em alguns imóveis de mais interesse.

O processo de decisão do imóvel é realizado em média, 60% via internet (o corretor de imóveis precisa aproveitar o máximo as oportunidades) , ou seja, aproveite sim o espaço livre que a internet possibilita, mas jamais esqueça que os outros 40% é fundamental para encantar o cliente e garantir que o mesmo feche a compra com você.

Primeiro de tudo, todos sabem que Corretor de imóveis vendem informações, afinal o imóvel é do proprietário, então potencialize essas informações, juntando a elas um conjunto de dados complementares ao imóvel, como as informações de bancos, mercados e escolas ao redor, por exemplo.

Isso envolve em você ser proativo e buscar ao máximo dados para suportar a decisão do cliente. E lembre-se: seu cliente normalmente contactou mais alguns corretores e você deve se diferenciar por saber detalhes que os outros, por ser mais informado e interessado.

É importante manter-se focado em seu produto. E mais uma vez, não quero dizer, seu imóvel, e sim suas INFORMAÇÕES.

Visita do imóvel não consiste em dizer apenas: aqui é a sala, aqui é o quarto, aqui é o banheiro. Isso, com todo respeito, o cliente já sabe. O que precisa fazer é complementar isso da melhor forma possível, com dados que façam o cliente te admirar e valorizar ainda mais o seu trabalho.

Por exemplo: Aqui é a sala, piso em porcelanato, foi reformada recentemente, essa parede tem cerca de 3 metros e cabe um sofá bem confortável. Essa sala tem xm2, o sol aqui é da manhã, e olha como é a disposição, ótima para dois ambientes. E assim vai, apresentando os demais cômodos, ajude a pessoa a visualizar, pergunte qual estilo gosta, dê exemplos inserindo informações.
Depois disso, falar sobre o condomínio ou detalhes da rua, onde tem comércio perto, meios de transportes, escola e farmácia, por exemplo. Isso fará a pessoa confiar ainda mais em você.

Embora algumas vezes o proprietário esteja no imóvel, o trabalho do Corretor de imóveis é saber sobre muito mais que o proprietário e não ficar questionando o proprietário ou deixá-lo apresentar o imóvel no seu lugar. Você deve ser muito mais que um acompanhante na visita, precisa ser a referência junto com o imóvel de interesse do seu cliente.

E não utilize desculpas, como é culpa do captador ou não tenho como decorar tanta informação. Estude sobre o seu produto, seja técnico. Embora cada produto seja único, você vai precisar criar mecanismos para guardar esses dados.

Vá além do comum e surpreenda. Faça seu cliente sair com aquela sensação de “óóóÓ” ao final da visita.

Lembrando que isso vale para a captação também. Quem sabe não passa a ganhar mais “exclusivos”?

Para quem quer sempre aperfeiçoar, vale a pena também dar uma olhada nesse vídeo do Guilherme Machado sobre o tema.

Nossa ideia com esse texto foi gerar uma inquietude e questionamento sobre a necessidade da melhoria na prestação do serviço de transações imobiliárias.

E aí, qual a sua opnião?

Comentários

comentários